?

Log in

Uma tarde com o senhor Wenceslau

« previous entry | next entry »
Aug. 3rd, 2006 | 12:07 am

Ando a ler a uma Antologia de Wenceslau de Moraes que me está a fascinar.
Dos muitos excertos que li esta tarde quero partilhar este.
O meu jantar de Festa (O-Yoné e Ko-Haru, 86-87.)
Bem. Volto a considerar o caso do meu jantar de festa.
Parti carvão, acendi o lume, cozi o arroz, que é o pão de Tokushima, como do Japão inteiro, fiz chá e preparei o meu repasto. E quereis saber qual ele foi? A minha irmã, pura alfacinha, como eu sou puro alfacinha (com mágoa faço a confissão), iniciou-se há alguns anos, tardiamente embora, mas com palpitante entusiasmo, na vida provinciana, nos costumes rurais, na simplicidade das aldeias. De tudo aquilo me fala em suas cartas, enternecida. Numa das últimas recebidas, enviava-me a receita de cozinhar o caldo-verde. Pois foi o caldo-verde que eu cozinhei naquele dia, pela primeira vez. Adicionei à refeição umas sardinhitas, de umas que se vendem por aqui, do tamanho de gafanhotos, secas ao sol, as quais cozi em água e temperei com açúcar, à moda japonesa. Nada mais.
Quando saboreei o meu jantar, de joelhos sobre a esteira, sozinho com o meu gato, observei que o gato dava mostras de grande predilecção pelas sardinhas, mas desprezou o caldo-verde; questão de educação. Sozinho, disse eu; para ser mais verdadeiro, devo antes registar que então me acompanhavam, como sempre me acompanham, mas naquele dia festivo mais intensas, as recordações da minha irmã ausente e as recordações das minhas mortas. A certa altura surpreendi-me mesmo a sorrir, correspondendo por este modo a certos sorrisos que imaginei virem de longe e serem-me dirigidos: - sorrisos, ligeiramente motejadores, das minhas mortas, O-Yoné e Ko_Haru, quando eu sorvia o caldo-verde…
Ah, solidão! Vasto campo ressequido, povoado de espectros…

E ainda este,
Dia feliz!...
Chegou-me esta manhã, enviado de Kobe por uma pessoa amável, um pequeno volume, contendo… uma gatinha!...
É linda a gatinha, da cor da sua sombra, isto é, toda preta. Parece um urso, em miniatura. É vivo, e saltitante, o demónico!... Dá-se ainda a interessante circunstância de não haver em Tokushima, que me conste, gatos pretos; vem constituir uma raridade no distrito!...
Amiga: estás disposta a seres a minha companheira em Tokushima? A alegrares com o teu estranho olhar verde, com as carícias travessas da tua patinha de veludo, a minha decrepitude e a minha insipidez?... Se estás, fica. Eu ainda apenas te relanceei… e já te quero…
(O Bom-Odori em Tokushima, 277.)

(Li algures que no Japão são propostos alguns textos de Wenceslau de Moraes na escola primária. chavinha , é verdade? Já conhecias estes ou outros textos de Wenceslau de Moraes?)

edit: acabei adicionar o senhor Wenceslau aos meu interesses e fiquei triste por ser a única no livejournal. Será que em katakana encontro interessados? ajudas-me a procurar chavinha?

Link | Leave a comment | Share

Comments {8}

chavinha

Oyone e Koharu

from: chavinha
date: Aug. 13th, 2006 01:23 pm (UTC)
Link

Eu li "Oyone e Koharu". Mas li-o em japonês depois de que aprendi porutuguês. Nunca sei antes de aprender porutugês. Acho que os alunos da escola em Tokusima conheçem do Wencelau de Moraes. Tokusima é o cidade onde Moraes viveu no últimos anos da vida. Muitos japoneses não conhecem..... Por isso ninguem adiciona モラエス em katakana no interesses... Acho que no Japão português famoso é Vasco da Gama e Fernão de Magalhães. Aprendi em escola.

Reply | Thread

Terra Estranha

(no subject)

from: terraestranha
date: Sep. 17th, 2006 12:52 pm (UTC)
Link

wenceslau de moraes, que fixe. tenho uma ligação que não sei explicar com esse homem.

Reply | Thread

ciska

(no subject)

from: ciska
date: Jun. 9th, 2007 10:56 am (UTC)
Link

Olá. Adicionei-te. Espero que não haja problema :)

[por acaso não tenho o senhor Wenceslau nos interesses, mas é daquelas figuras que nos faz sentir orgulhosos :) Adoro o Japão... eu e mais umas 45683456 pessoas eheh]

Reply | Thread

muana

(no subject)

from: muana
date: Jun. 9th, 2007 11:48 pm (UTC)
Link

Claro que não :)
Vou adicionar-te também. Estive a espreitar o teu lj e fizeste-me recordar a viagem que fiz há 3 anos ao Japão. Um dia destes publico fotos... um dia destes, porque o bebé não me deixa com muito tempo livre :)

Reply | Parent | Thread

ciska

(no subject)

from: ciska
date: Jun. 10th, 2007 12:09 am (UTC)
Link

Claro. Prioriades são prioridades :) mas gostava de ver essas fotos (um dia destes)

E onde foste? quanto tempo? quero saber tudo lol

Adoro conhecer pessoas que já estiveram no Japão e partilhar essas experiências. Aliás, eu gosto de conhecer as viagens dos outros em geral, mas o Japão é especial... não achaste?

Reply | Parent | Thread

Maximiliano de Paula Wouters

ma add

from: maxdepaula
date: Aug. 11th, 2007 12:34 am (UTC)
Link

Ola, te add, gostaria que me add, pois gostei do seu lj, sou do Brasil, mais precisamente de Blumenau-SC. Abraços. Max

Reply | Thread

(no subject)

from: anonymous
date: Jan. 13th, 2008 06:33 pm (UTC)
Link

Boa Tarde
pesquisei 'textos de Wenceslau e cheguei ao seu blog.
Talvez me possa ajudar??
O Escritor em questão tem poemas ou pequenos pensamentos ou frases, publicados?
Necessitava de apresentar um trabalho de pintura para uma expo. a realizar em Lisboa
Se for possivel dar-me algumas dicas ficaria muito grata.
Poderá ver alguns trabalhos sobre poesia pintada em anApintura.blogspot.com
e-mail garridas@gmail.com
cumprimentos
anA

Reply | Thread

(no subject)

from: anonymous
date: Mar. 17th, 2012 06:25 pm (UTC)
Link

É espantoso como são tão poucas as pessoas que já leram Wenceslau de Moraes. Eu tinha muitos livros dele, depois ofereci os melhores ao meu professor de japonês Kazuichi Nakamura-san e até hoje tento repôr a minha coleção. Infelizmente não consigo encontrar nenhum igual. Eram todos de uma editora de nome Parceria A.M.Pereira.
Gostei dos trechos aqui colocados. Não preciso de dizer que sou grande admirador de Wenceslau de Moraes e fico satisfeito por saber que existem outros(as). Que pena sermos tão poucos.
Antonio Fidalgo
zanucki.blogspot.com

Reply | Thread